Logo
  • Criminosos fazem vários comerciantes reféns durante assalto em Apicum-Açu e levam milhares de reais.

    Publicidade Victor Farma e Auto Posto Piedade

    O sistema de segurança pública, está convivendo com a triste realidade de muitos assaltos com reféns em casas de comerciantes da cidade, mostrando a fragilidade dos sistemas e fazendo com que os empresários tenham mais atenção.

    ÓTICA PROVISA CURURUPU - Rua Getúlio Vargas Nº 03 Centro Fone: 984966011

    AGENDE A SUA CONSULTA NA ÓTICA PROVISA CURURUPU - Rua Getúlio Vargas Nº 03 Centro Fone: 984966011

    Na última sexta-feira, dia 10 de janeiro, uma residência foi invadida por criminosos e milhares de reais levados de um cofre segundo a polícia. Os empresários donos da residência, foram agredidos e torturados fisicamente e psicologicamente.

    Já na noite desta terça-feira, dia 12 de janeiro, outra residência também de comerciantes, desta vez no povoado de Cabeceira foi assaltada, na ação os assaltantes foram violentos mais uma vez, agredindo os proprietários da residência e levaram todo o dinheiro. As polícias Militar e Civil trabalham para localizar e prender os autores destes assaltos.

    A polícia não disse se tem relação os dois assaltos, mas, confirmou que são idênticas as duas ações, em todos os seus contextos. As investigações ficarão a cargo da polícia civil, que deverá dar respostas positivas nas próximas horas, pois crescem os números de cobranças por parte de populares, comerciantes e políticos para que a segurança seja reformada e os criminosos presos.

    A polícia Civil já prendeu uma pessoa acusada de repassar informações sobre a família dos empresários do ramo de confecções. 

    Primeiro Assalto.

    De acordo com a polícia Militar, um casal de empresários do ramo de confecções, da cidade de Apicum-Açu, foram vitima de roubo, mediante assaltos, por volta das 20:45 minutos.

    O assalto contra a sua residência, onde fizeram o seu filho refém quando estava na esquina de casa por volta das 20:45 minutos, permanecendo com o mesmo em um terreno desocupado e sem iluminação ao lado da casa da vítima agredindo e torturando psicologicamente o mesmo, até ser percebido pelos meliantes que o mesmo se encontrava com a chave do portão da casa da vítima, momento em que se deslocaram até a casa com o filho da vítima feito de refém e adentraram a residência e por la permaneceram por por mais de uma hora torturando psicologicamente as duas vítimas e providenciando o recolhimento do dinheiro que estava no cofre.

    A guarnição da polícia Militar só foi informada do acontecido mais de uma hora depois que os dois assaltantes haviam deixado a residência tomando rumo ignorado, de imediato os policiais se deslocaram até a casa da vítima a fim de colher algumas informações e logo em seguida prosseguiram com as buscas porém sem êxito na captura dos indivíduos.

    A policia conseguiu algumas informações repassadas pela vítima e tomou conhecimento do possível envolvimento de alguns indivíduos no delito, e através de algumas fotografias apresentada a vitima ela reconheceu um indivíduo como sendo um dos que realizaram o assalto, sendo este indivíduo um dos que foi liberado recentemente do sistema prisional com o uso de tornozeleira, porém o mesmo encontrava-se em destino ignorado logo após o rompimento da tornozeleira.

    As policias continuam as buscas, pois no dia do ocorrido a vítima informou a polícia que a quantia subtraída teria sido 180 mil reais, já hoje depois de passado parte do abalo emocional a vítima relatou aos policiais que o valor subtraído foi de 250 mil reais.

    Segundo Assalto

    Já na noite da ultima terça-feira, dia 12 de janeiro, por volta das 19 horas, outro assalto aconteceu no povoado Cabeceira, também em Apicum-Açu, á um casal de comerciantes, os assaltantes usaram da mesma metodologia do primeiro assalto na sede do município de Apicum-Açu, com armas, violência física e psicológica, e fazendo reféns, após a ação criminosa e de pronto a policia Militar foi ao local e constatou a veracidade dos fatos.

    De acordo com os policiais de plantão, a vítima informou que dois indivíduos armados e encapuzados estavam escondido em uma área de mata próxima a residência da vítima e no momento que o comerciante chegou a sua residência, os indivíduos o abordaram de forma violenta inclusive desferindo algumas coronhadas na cabeça da vítima.

    Após adentrar a residência, logo em seguida e subtraíram do cofre existente no local a quantia de 8 mil reais, ainda segundo as vítimas os dois fugiram a pé e logo a frente receberam o apoio de um terceiro indivíduo numa motocicleta preta, não sendo reconhecida marca nem modelo da motocicleta pelos populares que presenciaram a fuga que se deu em direção ao município de Bacuri, diante das informações a policia Militar se deslocou na captura dos indivíduos pelas rotas de acesso a cidade de  Bacuri por estradas vicinais, com o apoio da guarnição de Bacuri que ao ser informada do acontecido de pronto se deslocaram pra área de buscas,  foi feito a varredura em toda as rotas dos povoados de acesso a cidade de Bacuri com abordagens a todos os transeuntes encontrados no percurso porém os suspeitos não foram encontrados.

    As investigações do caso deve se iniciar o mais rápido possível, já que a ação da dupla foi idêntica a do assalto ocorrido no domingo no município de Apicum-Açu.



    1 Comentário

    Deixe o seu comentário!