Logo
  • DENÚNCIA: Populares alertam que suspeitos de estarem com covid-19 estão desrespeitando isolamento.

    Publicidade Victor Farma e Auto Posto Piedade

    DENÚNCIA: Populares alertam que suspeitos de estarem com covid-19 estão desrespeitando isolamento.

    ÓTICA PROVISA CURURUPU - Rua Getúlio Vargas Nº 03 Centro Fone: 984966011

    AGENDE A SUA CONSULTA NA ÓTICA PROVISA CURURUPU - Rua Getúlio Vargas Nº 03 Centro Fone: 984966011

    Vários populares estão em alerta com os casos de covid-19 na região do litoral maranhense, isso por que, há pessoas que estão positivadas para covid-19, e estão nas ruas fazendo compras, cumprimentando os amigos e demonstram não terem responsabilidade.

    Quem fica em pânico com a situação, são os agentes comunitários de saúde, que estão tendo trabalho redobrado neste momento de pandemia. As pessoas positivadas para a covid-19, que estiverem descumprindo o isolamento domiciliar e social, elas estão cometendo crime e poderão responder por seus atos diretamente, ou seja, por crime contra a saúde pública, após desrespeitar as regras de isolamento social, o que diz o Artigo 268 do Código Penal.

    ET Engenharia e Consultoria do Engenheiro Eridelson Moura Tavares.  Rodovia Governador Antônio Dino, 77, Bairro Areia Branca, Cururupu (MA). ZAP: (98) 984236830 - CREA MA 1119681944

    Em várias cidades do país pessoas diagnosticado com a Covid-19, e que estavam em estabelecimento comercial, sem máscara, interagindo com outras pessoas, populares já denunciaram e a Vigilância Sanitária tem acionado a Polícia Militar.

    As pessoas positivadas para a covid-19, tem que obedecerem o período quarentena sem poderem quebrar a quarentena, estarem consumindo bebida alcoólica em estabelecimentos comerciais, conversando com outras pessoas e sem máscara de proteção.

    Pela falta de comprometimento consigo mesmo e por cometerem crime, essas pessoas poderão a qualquer momento receberem voz de prisão e serem levadas até a delegacia. Dependendo das circunstâncias poderá assinar o boletim de ocorrência, e serem multadas e encaminhadas ao serviços de saúde especifico.

    A fiscalização e conscientização não depende só do poder público, mas sim de toda a sociedade que cobra os seus direitos e muitas vezes não cumpre com seus deveres.



    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!