Logo

Dia 23 de dezembro de 2020, Flávio Picanço faria 68 anos se estivesse vivo.

Publicidade Victor Farma e Auto Posto Piedade

Flávio João Gaspar Picanço - Neto Picanço

Flávio João Gaspar Picanço – Neto Picanço

Hoje 23 de dezembro, cururupu não poderia deixar de lembrar do grande cidadão desta terra, Flávio João Gaspar picanço, o grande ícone da rádio difusão em cururupu, referência em todo estado do Maranhão e no Brasil, nascido em 23 de dezembro de 1952, completaria hoje 68 anos.

Quem não se lembra do cine cururupu, voscic , sistema de divulgação voz Alvorada (sedava ) sistema Alvorada musissom estéreo (rádio a cabo por assinatura ) programas como sinfonia da saudade, discoteca do ouvinte, rádio mania, Flávio picanço.

Posto Guará

Como sabemos, além de um grande talento, uma voz marcante grande empreendedor da radiofonia , maranhense, idealizador da rádio Alvorada FM de cururupu ,uma escola para muitos profissionais na área, que estão em várias partes do brasil.

Fundada em 2000 a rádio Alvorada já ultilizava de muitos equipamentos modernos ,Flávio se destacou pela sua grande paixão o rádio, um cidadão cururupuense sempre a frente do seu tempo, fica aqui esse singelo registro diante de um filho da nossa cururupu digno de todo reconhecimento e homenagens de todos que já passaram, e permanecem até hoje na família Alvorada FM é com muito orgulho e saudade a nossa homenagem a família Gaspar Picanço.

Texto: Luciano Carlos, locutor contemporânea de Flávio Picanço (Neto).




5 Comentários

  1. Deneuve Diniz disse:

    Tive o privilégio de trabalhar com eese grande ícone da nossa cidade. Primeiro no Cine Cururupu, e depois no SAMS Sistema Alvorada Musisson stereo. Entre os anos 1987 e 1988. Boas lembranças de uma época que não volta jamais!!

  2. Marizel Padilha disse:

    Inesquecível pessoa, como marca o programa Sinfonia da Saudade

  3. Dell Diniz disse:

    Falar desse Grande ícone Flávio Picanço é falar de determinação, coragem e força de vontade.
    Um dos seus maiores sonhos era ver a Rádio comunitária em Cururupu e ele conseguiu.
    Na época do “SEDAVA” eu também trabalhei como repórter esportivo e no programa “LIGA SOM DO SUCESSO” fui repórter musical.
    Além ser um grande amigo, Flávio Picanço foi um homem muito voltado para comunicação onde deixou sua marca registrada com a voz mais linda do rádio cururupuense.
    Essa homenagem meu amigo Luciano Carlos, é muito mais que merecida, parabéns pela sua iniciativa e deixo aqui um grande abraço a toda família Radcom.

  4. Daltro disse:

    Tive o privilégio de no início dos anos 70 fazer parte da equipe do Flávio nas alvoradas para anunciar os lançamentos do cinema no Cine Cururupu. Belos dias… O Flávio é dos ilustres filho de Cururupu merecedor de uma Estátua erguida em praça pública em honra ao seu mérito!!!

  5. William Coimbra disse:

    Tive a honra e o imenso prazer de trabalhar e conviver com esse talento bem no início da sua história no serviço alvorada de comunicação, ainda no cine Cururupu. Fui apresentar do programa ” a hora e a vez da saudade

Deixe o seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: