Logo
  • EDUCAÇÃO DE LUTO: Morre a professora Djalina Coimbra.

    Publicidade Victor Farma e Auto Posto Piedade

    EDUCAÇÃO DE LUTO: Morre a professora Djalina Coimbra.

    EDUCAÇÃO DE LUTO: Morre a professora Djalina Coimbra.

    Educação de Luto: Morre a professora Djalina Coimbra

    ÓTICA PROVISA CURURUPU - Rua Getúlio Vargas Nº 03 Centro Fone: 984966011

    AGENDE A SUA CONSULTA NA ÓTICA PROVISA CURURUPU - Rua Getúlio Vargas Nº 03 Centro Fone: 984966011

    Nesta sexta-feira, 11, a educação ficou de Luto com a notícia confirmando a morte de professora, Djalina Coimbra Pinheiro, 70 anos, ocorrido em seu sítio que fica na margem da MA-308, comunidade de Vera Cruz no interior do município de Serrano do Maranhão.

    Nascida em 28 de setembro do ano de 1950 no município de Cururupu, a professora Djalina criou e conduziu durante anos o Instituto Cesário Coimbra, com nome de fantasia, Escola Piu-Piu.

    Como amante da educação, sempre incentiva as pessoas a progredirem não estudos. Pois com seu jeito questionador a professora Djalina Coimbra, sempre contribuía com nosso Blog, trazendo informações, sugestões e questionamentos pertinentes com a sociedade, além de fazer centenas de comentários nas nossas publicações no Facebook.

    ET Engenharia e Consultoria do Engenheiro Eridelson Moura Tavares.  Rodovia Governador Antônio Dino, 77, Bairro Areia Branca, Cururupu (MA). ZAP: (98) 984236830 - CREA MA 1119681944

    EDUCAÇÃO DE LUTO: Morre a professora Djalina Coimbra.

    EDUCAÇÃO DE LUTO: Morre a professora Djalina Coimbra.

    A professora Djalina Coimbra, foi dormir e teve alguma complicações durante a noite sem chamar a atenção, supostamente no coração, indo a óbito enquanto dormia.

    “Ela morreu dormindo acredito que foi devido problemas no coração”. Afirma uma amiga.

    “Vai deixar saudades, seu jeito amigo, conversador, brincalhão, mas sério e positivo, pois Djalina Coimbra e Seu Francisco Pinheiro, pensa num casal legal demais”. Disse uma professora

    Aqui registramos, a preocupação de Djalina Coimbra e seu esposo, o senhor Francisco Pinheiro, por uma Cururupu mais digna e bem administrada, assim como a cidade de Serrano do Maranhão.

    O Blog do Cláudio Mendes, solidariza-se com os familiares de Djalina Coimbra e pede a Deus que conforte o voo de cada familiar e amigos, assim como recebe a alma da nossa eterna professora Djalina Coimbra.



    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!