Logo
  • Festa clandestina é interditada durante Operação Harpócrates.

    Publicidade Victor Farma e Auto Posto Piedade

    Festa clandestina é interditada durante Operação Harpócrates.

    Festa clandestina é interditada durante Operação Harpócrates.

    As policias Militar e Civil e o Ministério Público estão fiscalizando as festas clandestinas, e desta vez, os aparelhos foram apreendidos.

    ÓTICA PROVISA CURURUPU - Rua Getúlio Vargas Nº 03 Centro Fone: 984966011

    AGENDE A SUA CONSULTA NA ÓTICA PROVISA CURURUPU - Rua Getúlio Vargas Nº 03 Centro Fone: 984966011

    Foi realizada, na noite da última sexta-feira, 5, e madrugada de sábado, 6, na Grande Ilha, mais uma fase da Operação Harpócrates. A ação, coordenada pelo Ministério Público do Maranhão, em parceria com as Polícias Civil e Militar, resultou na interdição de uma festa clandestina, que estava sendo realizada em uma chácara na Estrada da Maioba.

    De acordo com o promotor de justiça Cláudio Guimarães, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Controle Externo da Atividade Policial de São Luís, foram apreendidos aparelhagem de som, bebidas e todos os demais objetos utilizados no evento.

    “Nós fiscalizados os bairros do Olho D’água, Araçagi, Raposa, Ponta do Farol, Ponta d’Areia, Península, Turu e Avenida Litorânea dando cumprimento ao Decreto Governamental que proíbe a realização de festas e eventos para impedir aglomerações”, explicou Cláudio Guimarães.

    Também participaram da Operação o promotor de justiça Reinaldo Campos Castro Júnior, da Comarca de Raposa, os Delegados Paulo Artur e Walter Vanderlei e o Coronel Donge, da Policia Militar.

    Em muitos municípios do estado, populares querem efetivações destas ações em suas cidades, pois de acordo com os relatos, os decretos são desobedecidos pela população.

    Redação: CCOM-MPMA



    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!