Logo
  • Moradores imploram por iluminação pública, mas prefeitura não reconhece direitos.

    Victor Farma - Conheça nossa história em nosso Instagram

    Há mais de 90 dias os moradores da Travessa Major José Vieira, no bairro do Jacaré estão esquecidos, sem a devida melhoria da rua, os moradores são obrigados a conviver também com a escuridão como mostram as fotos.

    São mais de 90 dias que os moradores vem implorando para a Coordenação de Iluminação Pública que é subordinada a Secretaria de Obras e Limpeza Pública, para que possa atender as solicitações do moradores, mas nada acontece, os moradores são ignorados pelo poder público e ainda são obrigados a pagarem a taxa reajustada de iluminação.

    ULTRAGAZ CURURUPU

    ULTRAGAZ CURURUPU

    Os moradores estão colocando lâmpadas nas portas para tentar diminuir a escuridão e gerando pontos de referência para quem chega na Travessa Major José Vieira, no bairro do Jacaré.

    O Blog do Cláudio Mendes, recebeu a denúncia abaixo e encaminhou no dia 13 de outubro a todas as autoridades e a assessoria do município, o que foi garantida a devida manutenção.

    Cláudio, boa noite, olha eu quero que vc divulgar pra ás pessoas que trabalham com a energia que na Travessa Major José Vieira  às lâmpadas dos postos estão apagadas e a rua está no escuro e aqui  moram muitos idosos que a partir de 6 horas e não pode sair de casa porque tá  escuro ok obrigado. Afirma uma moradora.

    Na época a assessoria da prefeitura de Cururupu informou no mês de setembro, que já estava pronto mapeamento e que ainda no mesmo mês ou antes das eleições de outubro, já estaria atendendo as solicitações dos moradores, mas nada mudou de lá pra cá, a não ser a taxa de iluminação que o moradores estão pagando.
    O Blog do Cláudio Mendes, ouviu alguns moradores indignados, pela “falta de respeito” com os populares e consumidores.

    “O pessoal da iluminação pública nunca vieram arrumar as lâmpadas, a rua continua no escuro, mas todos os meses agente paga a taxa de iluminação pública, queremos que a prefeitura só nos dê o que é nosso por direito, pois a equatorial cobra a taxa de iluminação todos os meses” Confirma uma moradora.

    Uma senhora de 80 anos deixou de caminhar pela Travessa Major Belém durante o início da noite e aumentou o percurso em quase 500 metros devido a escuridão. “É uma vergonha, agente vota esperando as melhorias e elas não chegam, e o pior agente paga para termos as melhorias e estão nos enganando, e enquanto isso agente segue na escuridão”. Enfatiza a idosa.

    Essa dona aqui colocou uma lâmpada, e aquela outra família colocou outras lâmpadas nas portas, isso acabou melhorando um pouco, mas tem este estirão aqui que está no escuro, a minha filha e outras pessoas daqui da rua já foram no setor pedir a iluminação pública, ouvi no rádio que já iriam arrumar tudo, mas só enganam agente, uns vereadores já vieram aqui mas nada foi feito ainda né. Lamenta uma moradora.

    E assim, segue o sonho dos moradores em ter sua rua melhorada com a infra estrutura pra terminar com os buracos e acabar de vez com a falta de iluminação pública, pois na Travessa Major José Vieira só tem iluminação a noite devido a colaboração dos moradores. ” Só tem luz porque eles colocaram nas portas, mas nos poste não tem nada”. Afirmam.

    Procurada a assessoria da prefeitura garantiu a que nesta terça feira (06), seria corrigido os problemas.

    É fatos que em muitos pontos as correções aconteceram e mudaram a realidade das ruas, assim como o bom serviço feitos pela gestão do prefeito Aldo Lopes e do vice Gustavo Pestana em pagar todos os débitos com a equatorial e hoje sobrar recursos para investimentos na iluminação pública.

    Estácio Pólo Cururupu

    Estácio Pólo Cururupu

    Fato também que os servos de tais melhorias estão sendo morosos e o que leva os populares e ficarem indignados, já que os prefeito eno vice prefeito afirmaram em redes sociais e em veículos de comunicação que o parque de iluminação pública seria diferente até o final do ano de 2022, mas o que não se viu de fatos essas diferenças, prova são os moradores do bairro do Jacaré e tantos outros.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!