Logo
  • Motocicletas circulam sem farol durante a noite e se tornam uma ameaça no trânsito do litoral maranhense.

    Victor Farma - Conheça nossa história em nosso Instagram

    Na região do litoral ocidental maranhense, dezenas de motocicletas são conduzidas sem farol ou de faróis apagados, gerando sérias ameaças ao caótico trânsito da região.

    As infrações são cometidas nas ruas dos municípios, estradas vicinais e nas rodovias estadual que cortam a região.

    Dezena de moradores apontam que na MA-006, entre o cento de Cururupu e o município de Mirinzal, dezenas de motocicletas são conduzidas sem farol ou de faróis apagados, assim como a falta de sinalização traseira das motocicletas, o que têm feito com que vários acidentes aconteçam ou possam acontecer.

    ULTRAGAZ CURURUPU

    ULTRAGAZ CURURUPU

    Nós últimos dias foi observado por populares, que procuraram a nossa redação, várias motociclistas onde os condutores estavam usando a lanterna do próprio celular em substituição ao farol original das motocicletas.

    Abusos como estes são combatidos pela Lei Federal 14.071/20, que alterou o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e determinou mudança de gravidade da infração para quem trafegar de motocicleta sem utilizar o farol baixo, mesmo durante o dia. Atualmente a infração é gravíssima e causa a suspensão direta do direito de dirigir. A mudança foi publicada em outubro e define novas regras de trânsito no país.

    De acordo com especialistas, como o veículo é menor e mais ágil, a luz acesa obrigatoriamente permite a visualização da moto de uma distância maior tanto por outros veículos quanto pedestres e ciclistas. Atualmente, de acordo com o Art.244 do CTB, o condutor de motocicleta que transitar com os faróis apagados está cometendo uma infração gravíssima, leva multa de R$ 293,47, fica sem a CNH e tem suspenso o direito de dirigir porque essa é uma das infrações autossuspensivas, ou seja, aquelas que se cometidas uma única vez, sem a necessidade de somatória de pontuação.

    Com a entrada da Lei Federal 14071/20, será revogado o inciso IV do art.244 do CTB, que define como infração gravíssima o ato de conduzir motocicleta com faróis apagados, e o ato passa a ser considerado apenas como infração média.

    Muitos condutores de veículos já vivenciaram situações problemas com motocicletas sem faróis ou com faróis apagados, o que têm chamado a atenção das pessoas e cobrado das autoridades competentes posicionamentos mais rígidos.

    O policiamento Militar tem alertado a população para que comprar com a legislação e mantenha as luzes e sinalizações dos veículos principalmente neste período chuvoso e alerta os condutores de veículos.

    O Detran alerta aos condutores que possam manter a originalidade de seus veículos e acha a aparência para o período chuvoso.

    O período chuvoso chegou! Confira as dicas importantes para conduzir seu veículo com mais segurança e evitar acidentes.
    .
    1- MANTENHA DISTÂNCIA SEGURA DO VEÍCULO DA FRENTE.
    Manter distância segura do veículo da frente já é recomendado em pista seca, em dias de chuva se torna essencial.
    .
    2- CUIDADO COM A AQUAPLANAGEM.
    Para evitar que isso aconteça o motorista deve sempre manter os freios em dia e os pneus em bom estado.
    .
    3- PARE O VEÍCULO SE A CHUVA ESTIVER MUITO FORTE.
    Se não tiver visibilidade é aconselhável que o motorista pare o veículo no acostamento ou em local seguro e com o alerta ligado.
    .
    4- EVITE ULTRAPASSAGENS.
    Em dias de chuva a pista molhada deixa qualquer manobra mais arriscada, por isso antes de fazer qualquer movimento é importante avaliar se a ultrapassagem é realmente necessária e se é possível realizar a manobra com segurança.
    .
    5- MOTOCICLISTA, PILOTE SEMPRE EQUIPADO.
    O uso completo de equipamentos pode salvar vidas, bem como o uso do capacete com viseira limpa e sem riscos, o uso da calça, jaqueta, luvas e calçado fechado.
    É importante que o material utilizado seja impermeável e que seja refletivo. Todas as luzes e sinalizações do veículo funcionando.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!