Logo
  • Policia Civil apreende mais de 270 botijões de gás que eram vendidos ilegalmente em Cururupu.

    Os botijões eram vendidos em um comércio de Cururupu. / Foto: Divulgação.
    Na manhã da ultima sexta-feira (02/08), a Polícia Civil do Maranhão, por meio da 21ª Delegacia Regional e 1ª Delegacia de Polícia de Cururupu, realizou uma operação para coibir a venda ilegal de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), conhecido como “gás de cozinha”.
    A policia informou, que a ação resultou na apreensão de mais de 270 botijões de gás e na condução em flagrante de dois indivíduos, Raimundo Marcelino Ribeiro e José Raimundo Vale Filho, responsáveis pela distribuição irregular gás.
    Para a Policia Civil, esse tipo de venda de gás é considerado crime contra a ordem econômica, sendo previsto no artigo 1º, da lei nº 8176/91, com pena de 1 a 5 anos de detenção.
    A Policia Civil afirma que o GLP (gás de cozinha), é um produto altamente inflamável que, quando armazenado em condições inadequadas, pode provocar explosões. Por isso é muito importante coibir a venda ilegal desse produto.
    Tudo indica que a Policia Civil fará mais ações neste sentido. Pois segundo o documento da autoridade policial foi apreendido um caminhão vermelho da empresa Nacional Gás, com 188 Botijões de gás entre cheios e vazios, mais 85 Botijões de Gás no deposito de um empresário identificado como Raimundo Marcelino, entre cheios e vazios, e 03 Botijões de Gás cheios em frente ao comercio.
    O Blog do Claudio Mendes, apurou que por pertencer a empresa Nacional Gás, todos os Botijões de Gás foram encaminhados para ficarem de forma protegida e a disposição da justiça no deposito do empresário Lucivaldo Gonçalves Abreu, que é representante da marca na cidade.

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!