Logo
  • Preso suspeito de matar a jovem Yasmim e população faz manifestação pedindo justiça.

    Victor Farma - Conheça nossa história em nosso Instagram

    Fotos: J.Diniz

    A Polícia Civil prendeu na manhã desta sexta-feira (12.08.2022), Weldson Bruno Pinheiro Ferreira, de 34 anos, o assassino confesso da jovem Yasmim Rodrigues Lopes, de 20 anos, encontrada morta amarrada os pés e as mãos, nesta quinta-feira (11), em um cais da cidade de Cururupu.

    Na hora da prisão, populares tentaram agredir o homem, que tem 34 anos, mas foram contidos pela Polícia Militar, que chegou a disparar tiros para o alto, para dispersar a multidão.

    O corpo de Yasmim Rodrigues foi encontrado nessa quinta (11), boiando no cais da cidade, após familiares e amigos informarem o desaparecimento da jovem, que não era vista desde a última terça (9). A vítima estava com as mãos e pés amarrados e as roupas abaixo da cintura.

    ULTRAGAZ CURURUPU

    ULTRAGAZ CURURUPU

    Fotos: J.Diniz

    Após o corpo ser encontrado, a Polícia Civil começou a investigar o caso, após o serviço de inteligência da Polícia Civil iniciar as investigações, foi identificado o suspeito de cometer o crime. O homem é um colega de trabalho de Yasmim, que trabalhava em um ponto comercial da cidade. E, segundo as investigações, o suspeito demonstrava interesse amoroso pela vítima, mas não era correspondido.

    Bruno/Fotos de redes sociais

    A polícia trabalha com a suspeita de que Yasmim tenha sido vítima de estupro seguido de morte. Mas essa hipótese ainda é analisada.

    Diante disso, o homem teria atraído Yasmim, após o fim do expediente, até a casa dele, no bairro Jacaré, alegando precisar da ajuda da jovem. No local, ele teria matado a vítima, amarrado seu corpo e jogado no cais de Cururupu.

    O suspeito do crime foi detido em cumprimento a um mandado de prisão preventiva e levado para a Delegacia de Cururupu, onde prestou depoimento e confessou o crime. Após a prisão, populares foram para a porta da delegacia para tentar agredir o suspeito. Por causa do tumulto, o homem teve que ser transferido para a Delegacia de Pinheiro, na Baixada maranhense.

    Fotos: J.Diniz

    De acordo com as informações , para convencer a vítima, o assassino teria inventado uma história para conseguir levá-la até sua casa que fica próximo do bar localizado no cais, onde teria estrangulou a jovem e depois a jogado no fundo do quintal.

    Ainda segundo as investigações, com base no depoimento do assassino, ele teria agido sozinho, sem a participação de terceiros, não havia ninguém em casa, o acusado aproveitou que havia brigado com a sua esposa, e sabendo que ela não estava em casa cometeu o brutal assassinato.

    Fotos: J.Diniz

    A Delegada responsável pelas investigações, pede que a população evite fazer qualquer movimento em frente a Delegacia, pois o criminoso não se encontra mais no município. Da mesma forma, ela pede que a esposa do assassino não sofra qualquer tipo de constrangimentos ou ataques, pois ela não tem nenhuma participação no ato criminoso. A Delegada, também afirmou em entrevista a Rádio Alvorada FM, que o acusado Weldson Bruno Pinheiro Ferreira agiu sozinho, e que não se use imagens de terceiros de forma irresponsável, com pena de responderem por crime.

    Já na tarde deste sábado (13), milhares de pessoas manifestaram-se pelas ruas, nas redes sociais, nos estabelecimentos comerciais entre outros locais, pedindo justiça, agilidades no caso Yasmim, respeito as mulheres e o fim de toda violação contra crianças, adolescentes, mulheres e idosos.

    Fotos: J.Diniz

    A manifestação teve o apoio da juventude local, das igrejas, do Instituto Fenix e da Casa da Mulher Cururupuense, da prefeitura de Cururupu, da prefeita de Serrano do Maranhão, da secretaria da Mulher, comerciantes, lojistas e assim de outros seguimentos da sociedade.

    População de Cururupu vai às ruas para pedi justiça pelo brutal assassinato da jovem Yasmim Rodrigues.

    População de Cururupu percorreram as ruas da cidade, onde teve o início em frente a um Supermercado. A jovem Yasmin Rodrigues Lopes, encontrada morta na última quinta-feira na cidade de Cururupu.

    Com cartazes e palavras de ordem, população de Cururupu foram às ruas para pedi justiça e julgamento rápido pelo brutal assassinato.

    Estácio Pólo Cururupu

    Estácio Pólo Cururupu

    Fotos: J.Diniz

    Fotos: J.Diniz

    Fotos: J.Diniz

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!