Logo

Projeto Justiça Itinerante atende centenas de moradores da Ilha dos Lençóis com serviços judiciais e de cidadania

Publicidade Victor Farma e Auto Posto Piedade

Casamento sendo realizado pelo Juiz Douglas da Guia na Ilha dos Lençóis em Cururupu


Cururupu – O Poder Judiciário de Cururupu proporcionou o acesso de centenas de moradores da Ilha de Lençóis e Bate-Vento a uma gama de serviços judiciais e de cidadania na última sexta-feira, 31 de maio, das 8h às 14h, na Escola municipal São José e Igreja Assembleia de Deus. O Projeto “Justiça Itinerante” ofereceu palestras, distribuição de material educativo sobre violência doméstica e casamento comunitário – todos gratuitos.
Segundo balanço da secretaria judicial do fórum, foram realizados 567 atendimentos, dentre 139 emissões de Registro Geral; 83 crianças assistidas em palestra da ronda escolar; 135 mães orientadas em palestra sobre violência doméstica e 13 casais que celebraram a união civil no Casamento Comunitário realizado ao ar livre, na beira da praia.
O projeto foi realizado pelo juiz da vara de Cururupu, Douglas Lima da Guia, em parceria institucional com representantes do Ministério Público; Delegacia Regional de Cururupu; 25º Batalhão de Polícia Militar; Viva/Procon; Cartório do 2° Ofício de Cururupu; prefeituras municipais de Cururupu e Serrano; CEMAR; CRAS, CREAS e Igreja Assembleia de Deus.

SERVIÇOS


Posto Guará
O leque de serviços oferecidos abarcaram a emissão de documentos básicos (Carteira de Identidade; Carteira de Idoso; Carteira de reservista); retificação de registro civil; troca de lâmpadas (CEMAR); orientação sobre o juizados de pequenas causas; cadastramento e recadastramento para o programa bolsa família; e atendimento por advogados; brechó solidário, sorteio de uma TV 32 polegadas, distribuição de gibi da ronda escolar, brinquedos e lanche para as crianças.
Cerca de 70 colaboradores, dentre servidores do judiciário e município e parceiros, enfrentaram uma hora e meia de viagem de carro de Cururupu ao Porto de Apicum-Açu e mais quatro horas de barco até as comunidades, levando o material necessário à execução das atividades. A prefeitura de Cururupu contribuiu com a logística dos barcos e alimentação dos servidores e ofereceu serviços de saúde.
O Projeto Justiça Itinerante já beneficiou, desde o ano passado, as comunidades de Ilha de São Lucas, Ilha de Guajerutiua, Povoado Aquiles Lisboa, Povoado Portinho, Tapera de Bairro e termo judiciário de Serrano do Maranhão.

Fonte: Redação com Informações de HELENA BARBOSA – CGJM.




0 Comentários

Deixe o seu comentário!