Logo
  • Servidores do Projovem Campo estão com 4 meses de salários atrasados e Secretaria de Estado da Educação diz que irá regularizar.

    Publicidade Victor Farma e Auto Posto Piedade

    Postado Por: Cláudio Mendes
    Data da Publicação: 04 de maio de 2019
    Fonte: Redação

    ÓTICA PROVISA CURURUPU - Rua Getúlio Vargas Nº 03 Centro Fone: 984966011

    AGENDE A SUA CONSULTA NA ÓTICA PROVISA CURURUPU - Rua Getúlio Vargas Nº 03 Centro Fone: 984966011

    Foto Divulgação
    Trabalhar durante meses e não receber o salário pelas atividades desempenhadas. Este é o problema vivenciado por professores e demais trabalhadores no programa Projovem Campo – Saberes da Terra, desenvolvido em 25 cidades do Estado do Maranhão, desde janeiro de 2019. 
    Os funcionários do Projovem Campo – Saberes da Terra, reclamam que no último dia 30 de abril completaram 4 meses de salários em atrasos. 
    “Todos nós somos pais de família e queremos trabalhar, passamos por seletivo e agradecemos ao governador por nos proporcionar esta forma de melhorar as nossas rendas, sustentar as nossas famílias com dignidade, mas cobramos os pagamentos de nossos salários que já fazem 4 meses que nós funcionários, pais e mães de família, não recebemos”. Disseram os profissionais ouvidos pelo nosso Blog. 
    Em Nota a Secretaria de Estado da Educação (SEDUC) esclarece que o pagamento é referente ao ano de 2018, e, para que seja executado é necessário o cumprimento de alguns tramites e que tão logo estes trâmites legais sejam cumpridos, os professores receberão o dinheiro em suas contas. . 
    NOTA DA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO – SEDUC

    “A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) esclarece que o pagamento é referente ao ano de 2018 e, para que seja executado, percorre alguns trâmites burocráticos, que são indispensáveis ao setor público.Tão logo estes trâmites legais sejam cumpridos, os professores receberão o dinheiro em suas contas”. Finaliza a nota
    Na região do litoral maranhense os servidores que atuam nos municípios de Serrano Maranhão e Cururupu também sofrem com a situação. Agora cabe aos funcionários aguardar os tramites legais e que os recursos serão depositados.

    Posto Guará

    No Twitter Felipe Camarão garantiu o pagamento até o dia 10 de maio.



    1 Comentário

    1. linda disse:

      Agora só resta saber quando estará em nossas contas.

    Deixe o seu comentário!

    %d blogueiros gostam disto: