Logo
  • Considerado um dos melhores, Desfile Cívico faz “uma retrospectiva histórica, eternizada na memória de um povo”.

    Victor Farma - Conheça nossa história em nosso Instagram

    Foto J. Diniz

    Foto J. Diniz

    2022 é o ano em que se comemora o bicentenário da proclamação da independência do Brasil, as prefeituras da região do litoral maranhense, realizaram Desfiles Cívicos no dia Cinco de Setembro em que se comemora o Dia da Raça e no dia Sete de Setembro Dia da Independência. Após dois anos suspensos por causa da pandemia da Covid-19.

    Foto J. Diniz

    Foto J. Diniz

    Em Cururupu, cerca de 2.000 estudantes das escolas públicas do município, Bombeiros Mirins e Civis, Corpo de Bombeiros, Desbravadores da Igreja Adventista, Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos e os Funcionários da Assistência Social e Também alguns pais de alunos e funcionários de algumas escolas, escolas particulares, escola estadual como o IEMA, entre outros que se apresentaram no desfile cívico em comemoração ao bicentenário da Independência do Brasil e que teve como tema: Cururupu: uma retrospectiva histórica, eternizada na memória de um povo.

    Foto J. Diniz

    Foto J. Diniz

    Milhares de pessoas acompanharam das calçadas, terraços, janelas, ruas e de onde puderam a passagem dos pelotões marchando sentido ao centro da cidade.

    ULTRAGAZ CURURUPU

    ULTRAGAZ CURURUPU

    Foto J. Diniz

    Foto J. Diniz

    A programação oficial comandada pela Secretaria de Educação começou na tarde do dia 05 de setembro, ou seja, no tradicional Dia da Raça, com o desfile da Educação Infantil, que teve a abertura do desfile em frente à creche recém-reformada Isabel Oliveira. As escolas da Educação Infantil apresentaram seus subtemas e foram acompanhadas por representantes das escolas particulares e as bandas, local.

    Foto J. Diniz

    Foto J. Diniz

    1º – A primeira escola da educação infantil de Cururupu;
    2º – Arquipélago de Maiaú – as reservas extrativistas de Cururupu;
    3º – A história da ilha de Valha-me-Deus e suas personalidades políticas;
    4º – Personalidades de Peru;
    5º – A Floresta dos Guarás;
    6º – O Parcel de Manoel Luís;
    7º – Os ecossistemas de Cururupu e as biodiversidades.

    Na Praça Dô Carvalho a festa ficou completa, com a recepção dos pelotões e a apresentação geral para a sociedade de cada subtema.

    O tema transversal trabalhado foi: “diga não ao abuso sexual contra crianças e adolescentes!”.

    De acordo com a secretaria de educação, o tema “Cururupu: uma retrospectiva histórica eternizada na memória de um povo”, oportunizou a toda comunidade escolar, refletir sobre a independência a partir do lugar onde o estudante está, sua escola, suas práticas sociais e incluindo seu município.

    Foto J. Diniz

    Para o desfile do dia 7 de setembro, as unidades escolares da rede municipal de Cururupu, mediante o tema geral do projeto Cívico do ano de 2022, trabalharam durante o mês de agosto, em sala de aula, os subtemas que foram apresentados durante o desfile para que os alunos tivessem o conhecimento do que estão apresentando ao público. Foram trabalhados os seguintes subtemas:

    Foto J. Diniz

    1º – Cururupu, de freguesia à categoria de cidade;
    2º – Etnias formadoras da população cururupuense;
    3º- A chegada da igreja católica e a contribuição dos padres e freiras canadenses para a
    história de Cururupu;
    4º – A história do internato Betânia;

    Foto J. Diniz

    5º – A história da Santa Casa de Misericórdia de Cururupu;
    6º – A história das igrejas evangélicas de Cururupu;
    7º – Os primeiros terreiros de matrizes africana de Cururupu;
    8° – A religiosidade popular em Cururupu;
    9º – Grupos que desenvolviam trabalhos sociais dentro da comunidade cururupuense (clubes:
    das mães Santa Margarida, Proteção do Lar, de Jovens e da Liga dos Homens, Clube de
    Casais etc.);

    Foto J. Diniz

    10º – A história das escolas particulares;
    11º – A história do CAIC;
    12º – Personalidades que contribuíram e os que contribuem com a cultura local.
    13º – Cururupu, o extraordinário esquecido (educacional, política, cultural, econômica, etc.);
    14º – Estaleiros navais de Cururupu;
    15º – A presença das mulheres na política cururupuense;
    16º – Os desportistas que deram visibilidade ao esporte em Cururupu;
    17º – A evolução tecnológica (mimeógrafo, máquina de datilografia, TELMA, rádio amador, tv Difusora – canal 7, até o celular) Sedava, Musissom, Alvorada.

    Foto J. Diniz

    Com concentração no bairro de Areia Branca, os pelotões percorreram várias ruas até chegar no palco oficial montado ao lado da secretaria de educação, onde os pelotões e as bandas fizeram suas ultimas apresentações.

    Os desfiles cívicos também marcaram as comemorações do dia 7 de setembro nas comunidades rurais e praianas do município. As autoridades do município acompanharam os desfiles e destacaram a importância do fortalecimento das datas comemorativas e principalmente o bicentenário da independência do Brasil.

    Afirmaram que a retomada do desfile cívico, é marcante para todos e poder contemplar cada detalhe de nossa evolução como sociedade e formador de opinião, reconhecer que muito trabalho já foi feito, mas é preciso que se faça ainda mais.

    Estácio Pólo Cururupu

    Estácio Pólo Cururupu

    Foto J. Diniz

    Foto J. Diniz

    Foto J. Diniz

    Foto J. Diniz

    Foto J. Diniz

    Foto J. Diniz

    Foto J. Diniz

    Foto J. Diniz

    Foto J. Diniz

    Foto J. Diniz

    Foto J. Diniz

    Foto J. Diniz

    Foto J. Diniz

    Foto J. Diniz

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!