Logo

Delegacia Especial da Mulher de Cururupu cumpre vários mandatos de prisão em dois dias de ações na região..

Publicidade Victor Farma e Auto Posto Piedade

A Polícia Civil do Estado do Maranhão, deflagrando a operação SALVE MARIAS, por intermédio da DELEGACIA ESPECIAL DA MULHER DE CURURUPU, no dia 26/10/2020, deu cumprimento a mandado de prisão temporária em desfavor E.R.R. Ele é investigado pela prática do crime de estupro de vulnerável praticado contra M.P.R.B. Foram praticados contra a vítima atos libidinosos diversos da conjunção carnal, dentre eles coito anal, dos seus 08 (oito) aos 13 (treze) anos de idade. O suspeito será encaminhado para custódia na unidade prisional local, onde permanecerá preso à disposição da justiça.

Também na ação a Polícia Civil do Estado do Maranhão, dando continuidade a operação SALVE MARIAS, por intermédio da DELEGACIA ESPECIAL DA MULHER DE CURURUPU, nesta mesma data do dia 26 de outubro de 2020, deu cumprimento a mandado de prisão temporária em desfavor L.C.A, suspeito da prática do crime de lesão corporal e ameaça praticados contra sua ex-companheira identificada como M.J.S.  Segunda a policia, além de agredi-la fisicamente na constância da união estável, após o término do relacionamento, passou a ameaça-la de morte, utilizando uma arma branca (faca), invadiu sua residência e destruiu seus documentos e objetos pessoais. O suspeito será encaminhado para custódia na unidade prisional local, onde permanecerá preso à disposição da justiça.

Posto Guará

Na mesma operação a Polícia Civil do Estado do Maranhão, deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva deferida nos autos do processo 0000518-15.2019.8.10.0084 em desfavor A.S.S. O autor agrediu fisicamente sua ex-companheira A.S.S, com socos no rosto deixando-a desacordada e, em seguida, a manteve em cárcere privado dos dias 12/05/2019 a 17/05/2019. Adriano será encaminhado para custódia na unidade prisional local, onde permanecerá preso à disposição da justiça.

A Delegacia Especial da Mulher de Cururupu, com apoio da 21ª Delegacia Regional de Cururupu, efetua prisão temporária em desfavor de suspeito de praticar o crime de estupro de vulnerável (art. 217-a do cp) contra a própria filha. A ação da Polícia Civil do Estado do Maranhão, por intermédio da DELEGACIA ESPECIAL DA MULHER DE CURURUPU, que deflagra a operação SALVE MARIAS e da cumprimento, no dia 28/10/2020, ao mandado de prisão temporária em desfavor de um indivíduo que não teve o nome divulgado. O autor praticava atos libidinosos diversos da conjunção carnal com a própria filha, de 03 anos de idade. Não há relatos precisos de que tenha havido conjunção carnal, contudo o exame de corpo de delito detectou o rompimento himenal da criança. O suspeito será encaminhado para custódia na unidade prisional local, onde permanecerá preso à disposição da justiça.

A outra ação, onde Delegacia Especial da Mulher de Cururupu, também com apoio da 21ª Delegacia Regional de Cururupu, prende em flagrante por posse ilegal de arma de fogo autor de crime de ameaça contra ex-companheira e apreende as armas de fogo utilizadas para a prática do crime de ameaça.

Segundo a Polícia Civil do Estado do Maranhão, por intermédio da delegacia Especial Da Mulher de Cururupu, com apoio da 21ª Delegacia Regional de Cururupu, deflagra operação SALVE MARIAS e realiza, no dia 28/10/2020, prisão em flagrante de uma pessoa não identificada, pelo crime de posse ilegal de arma de fogo. Ele é suspeito de ameaçar sua ex-companheira utilizando as armas. O autor possuía em sua residência 02 (duas) armas de fogo tipo espingarda de fabricação caseira e, conforme relatos da vítima, ele as utilizou para ameaça-la e compeli-la a sair de casa.

As ações chegaram até a cidade de bacuri, onde a Delegacia Especial da Mulher de Cururupu, com apoio da Delegacia de Polícia de Bacuri, cumpre mandado de prisão preventiva em desfavor de autor do crime de estupro (art. 213 do cp). O autor estava foragido há 11 anos. Segundo a Polícia Civil do Estado do Maranhão, por intermédio da Delegacia Especial da Mulher de Cururupu e da Delegacia de Polícia de Bacuri, deflagra Operação Marias e dá cumprimento ao mandado de prisão preventiva deferida nos autos do processo 0000677-07.2009.8.10.0084 em desfavor do autor do crime de estupro. O mandado de prisão encontrava-se pendente de cumprimento desde 2009. O autor será encaminhado para custódia na unidade prisional local, onde permanecerá preso à disposição da justiça.




0 Comentários

Deixe o seu comentário!