Logo
  • Gasolina dispara e chega aos R$7 reais na região do litoral maranhense e pode registrar novo aumento.

    Publicidade Victor Farma e Auto Posto Piedade

    O município de Cururupu e a região do litoral maranhense registraram, na manhã desta terça-feira (26), mais aumentos no valor da gasolina.

    ÓTICA PROVISA CURURUPU - Rua Getúlio Vargas Nº 03 Centro Fone: 984966011

    AGENDE A SUA CONSULTA NA ÓTICA PROVISA CURURUPU - Rua Getúlio Vargas Nº 03 Centro Fone: 984966011

    Nas bombas, o preço atualizado da gasolina chegou aos incríveis R$ 7,00 reais o litro e a mais barata chega aos 6,79, por litro. Muitos condutores já estão optando pelos veículos de 2 rodas, que consomem menos gasolina.

    A exclusividade não é só dá maior cidade da região, pois no Rio grande do Norte, de acordo com o G1, o preço médio do litro do combustível encontrado pela ANP no Rio Grande do Norte foi de R$ 6,948, na semana passada. Em Natal, o valor foi ainda maior: R$ 6,983.

    Com os preços já fixados em R$ 7,00 reais, essa barreira deverá ser rompida nos próximos dias, porque a Petrobras anunciou um reajuste de 7% no preço do combustível a partir desta terça-feira (26), nas refinarias.

    O mais incrível, é que o aumento é na refinaria e os postos já estão aumentando os valores do combustíveis, fato que requer uma atenção do Procon-MA.

    A gasolina mais barata em Cururupu custava R$ 6,52, comparado com o preço mais elevado, a diferença chega a 0,48 centavos por litro.

    Para os mototaxistas que forem encher o taque de suas motos, com 15 litros de gasolina pelo preço de R$ 7,00 reais o litro, irá gastar R$ 105,00 reais. Comprando pelo preço que era o mais barato R$ 6,52, os mototaxistas irão gastar R$ 97,08, um aumento de R$ 7,20 a cada 15 litros da gasolina comum.

    Com a alta, o preço médio de venda da gasolina nas refinarias passará de R$ 2,98 para R$ 3,19 por litro, um reajuste médio de R$ 0,21 por litro (alta de 7,04%). É o segundo reajuste no preço do combustível este mês. No último dia 9, a gasolina já havia subido 7,2%.



    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!