Logo
  • Justiça determina registro gratuito de nascimento de adolescente, que será matriculado na rede municipal de ensino.

    Victor Farma - Conheça nossa história em nosso Instagram

    Reunião tratou do pagamento de salários atrasados entre outros temas

    Reunião tratou do pagamento de salários atrasados entre outros temas

    Falta de documento impede jovem de se matricular na rede municipal de ensino.

    Como resultado de pedido do Ministério Público do Maranhão (MPMA), a Justiça determinou, em 9 de agosto, o registro gratuito do nascimento de um adolescente de 13 anos no município de Cururupu. A ausência da documentação está impedindo o jovem de se matricular na rede municipal de ensino.

    Proferida pelo juiz Azarias Alencar, a decisão é resultado de solicitação feita, em 8 de agosto, pelo promotor de justiça Igor Adriano Trinta Marques, após informações do Conselho Tutelar local e dos pais do adolescente. O Conselho informou que o adolescente não possuía documentos de identificação devido à falta de registro de nascimento.

    ULTRAGAZ CURURUPU

    ULTRAGAZ CURURUPU

    A mãe do jovem disse que tem interesse em registrar seu filho e só não havia feito isto porque ele mora com o pai. Ela teria perdido os documentos em um incêndio.

    Por sua vez, o pai informou que quando recebeu o rapaz para morar com ele, a mãe teria entregado o “teste do pezinho” para realizar o registro, mas perdeu o teste. Quando foi ao cartório, foi informado que deveria arcar com R$ 180, valor que ele não tinha condições de pagar.

    “O adolescente não possui registro de nascimento, dando-lhe condição de extrema vulnerabilidade e impedindo-o de exercer seu direito constitucional à educação. À medida em que é impossibilitado de ser matriculado na rede municipal de ensino, isto causa danos imensuráveis à sua dignidade”, esclarece o representante do MPMA, no pedido.

    Estácio Pólo Cururupu

    Estácio Pólo Cururupu

    Redação: CCOM-MPMA

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!