Logo

Três pessoas foram presas acusadas de tráfico de drogas em Mirinzal

Publicidade Victor Farma e Auto Posto Piedade

Postado Por: Claudio Mendes
Data da publicação: 25 de janeiro de 2019
Fonte: Redação

Foto: 2ª CIA de Mirinzal 
A 2ª Companhia Independente de Mirinzal comanda pelo Major Wagner, realizando suas atividades de rotina, por volta das 22:30hs, da última quarta-feira dia 23 de janeiro, na rua 10, no bairro Barreiro em Mirinzal, efetuou a prisão de três indivíduos acusado de trafico de drogas. 

Posto Guará
Os conduzidos foram identificados como Idenilson Rodrigues de Abreu, Vulgo Chitonho, traficante de drogas de 28 anos, Nélio Silva Mondego Júnior, vulgo Carioca quebrador de viaturas de 22 anos e Jozenina da Silva Lemos, de 36 anos, cúmplice do tráfico de drogas. 

Com o trio foram prendidos: uma grande quantidade de maconha, uma faca e uma quantidade de dinheiro trocado característico de venda de drogas no total de R$ 220,00. A ocorrência foi registrada como tráfico de drogas. 

Os policiais informaram que receberam várias ligações anônimas de que nesse endereço estava havendo comercialização de drogas. Passando pelo bairro a guarnição notou uma movimentação suspeita e foi feita a averiguação. 

“Chegando lá, o vulgo Carioca tentou correr mais foi alcançado pela equipe. Achando consigo uma faca na sua cintura e logo em seguida o mesmo foi liberado. No transcorrer das buscas o Carioca jogou uma pedra no vidro da viatura e se escondeu, mais foi logo capturado pela guarnição. O mesmo estava dentro do quintal do Chitonho conhecido como traficante da área”. Disseram os policiais

“Foi feito uma averiguação e constatamos que realmente estava havendo o tráfico de drogas com um intenso movimento. Fizemos uma revista no local e foi encontrada dentro da casa do Chitonho, uma sacola em cima do guarda roupas, sendo que, o mesmo confessou que a droga estava lá nesse local. Assim por diante foi localizado essa sacola com uma grande quantidade de substâncias semelhante à maconha uma grande quantidade de sementes e muito dinheiro trocado numa quantidade de 220 Reais. Os mesmos confessaram a veracidade da boca de fumo que lá havia e era mantida a venda pelo cidadão Chitonho”. Concluíram os policiais

Os mesmo foram apresentados na delegacia de Polícia para serem tomadas as medidas cabíveis.




0 Comentários

Deixe o seu comentário!