Logo
  • Polícia investiga gerentes do Banco do Brasil de Bacuri, Cururupu e mais cinco cidades por esquema em liberação de empréstimos.

    Publicidade Victor Farma e Auto Posto Piedade

    Polícia investiga gerentes do Banco do Brasil por esquema em liberação de empréstimos.

    Polícia investiga gerentes do Banco do Brasil por esquema em liberação de empréstimos.

    De acordo do um post, divulgado pelo Blog do Neto Ferreira, gerentes das Agencias do Banco Brasil de sete cidades do Maranhão estão preocupados, assim como, políticos que de forma não formal obtiveram empréstimos, a exemplo de vereadores e secretários no esquema.

    ÓTICA PROVISA CURURUPU - Rua Getúlio Vargas Nº 03 Centro Fone: 984966011

    AGENDE A SUA CONSULTA NA ÓTICA PROVISA CURURUPU - Rua Getúlio Vargas Nº 03 Centro Fone: 984966011

    Leia o que diz a publicação do Blog do Neto Ferreira, Foi instaurado inquérito policial para investigar um escândalo envolvendo empréstimos bancários nas cidades de São Luís, Bacuri, Bacabal, Cururupu, Santa Inês, Governador Nunes Freire e Barreirinhas.

    ET Engenharia e Consultoria do Engenheiro Eridelson Moura Tavares.  Rodovia Governador Antônio Dino, 77, Bairro Areia Branca, Cururupu (MA). ZAP: (98) 984236830 - CREA MA 1119681944

    Os investigadores conseguiram coletar provas, através de fortes denúncias, que mostram operações de liberação de empréstimos feito por gerentes do Banco do Brasil. Também foi descoberto a participação de políticos, a exemplo de vereadores e secretários no esquema.

    Na primeira apuração, constatou-se que há funcionários facilitando em conluio com clientes e uma terceira pessoa, sendo esta uma espécie de corretor, a liberação do crédito do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar) e consignados parar causar prejuízos incalculáveis ao banco.

    O Pronaf ocorre por meio de um financiamento destinado para atividades e serviços — sejam eles, agropecuários ou não —, desde que desenvolvidos em propriedade rural ou em áreas comunitárias próximas.

    A casos, especificamente, onde clientes tiveram seus nomes usados de forma ilícita para contrariar como, também, para renovar empréstimos de valores vultuosos.

    Ou seja, a polícia Federal mais uma vez poderá está nas cidades investigando, assim como, o Ministério Público e a Justiça Federal, conduzindo agentes políticos para prestarem depoimentos.

    FONTE: Blog do Neto Ferreira



    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!